quarta-feira, 9 de maio de 2012

O Pap do Buquê de Corações em Feltro!

Olá meninas, No post anterior do meu desabafo,postei a foto do buquê de corações em feltro! Eu me apaixonei, ainda dá para fazer pro Dia Das Mães!!!O pap é do blog artesanatopassoapassoja.com.br e vale a pena fazer,na net tem das mais variadas cores, mais uma coisa linda para enfeitar nossa casa,presentear...tudo o que nossa louca imaginação Craft nos permitir!!!
Então,lindo e fácil,né? Bora fazer!!! Vamos fazer e postar nossas belezinhas,que tal? BJS, Leska

5 comentários:

Teto Doce disse...

Oi Leska,

obrigada pela visitinha no Teto.
Bom domingo para vc!

Beijocas,

Ilaine disse...

Leska, querida!

Obrigada por retribuir minha visita.
Fiquei muito feliz1

Sim, muito lindo o buquê! Não sou muito boa em fazer trabalhos manuais, mas admiro demais quem sabe fazer.

Boa semana!
Beijo

Carol disse...

Oi Leska. Vou te contar um pouquinho sobre minha vida e o da minha filha.
Fui mãe com 17 anos, resolvi não me casar e tive que criá-la sozinha, inclusive sem pensão alimentícia. Quando ela tinha dois anos também tinha que levantá-la bem cedo para deixá-la na creche para eu poder trabalhar, quando estava de férias ou não tinha aula era complicado, tinha que arrumar alguém para ficar com ela. Depois comecei a trabalhar na loja de minha mãe e a levava comigo também bem cedo quando não tinha aula. Minha vida sempre foi muito corrida e até os 4 anos dela eu cuidava de uma casa sozinha (limpar, lavar roupa, fazer comida) com 6 pessoas. Depois minha mãe resolveu ter sua casa e ficamos eu, ela e meu irmão do meio. Fomos levando. Quando ela tinha 7 anos me casei com o namorado desde os 3 anos dela, fiquei um ano sem trabalhar cuidando dela, depois voltei para o batente, compramos uma loja e tinha que levá-la no horário que não tinha aula e também nos sábados, domingos e feriados. Ela sempre amou dormir até tarde, mas simplesmente não dava, choros eram constantes, mas hoje com seus 14 anos ela reconhece tudo que fiz e faço por ela. Tem mais de dois anos que não trabalho, a Mari perdeu todas as regalias que meu salário proporcionava a ela e no Natal me surpreendeu com um depoimento diante de toda a família dizendo que antes ela era muito egoísta, só pensava nela, mas que a partir do momento que fiquei sem dinheiro, ela viu meu esforço e começou a compreender tudo que fiz e faço com maior clareza, quase chorei. Agora que me formei estou atrás de um trabalho na minha área e minha filha está do meu lado torcendo para tudo dar certo.
Olha, ainda tenho o orgulho dela ser uma aluna com notas maiores de 90% e rezo para poder concretizar seu sonho da festa de 15 anos com tudo que ela tem direito em janeiro de 2013. Preciso urgentemente trabalhar, terei que pedir ajuda financeira, mas por ela farei.
Saiba que impondo limites você está fazendo o melhor para suas filhas, quando precisar um castigo para pensar, tirar o que elas gostam, nada disso arranca pedaço, fiz isso com a Mari desde muito cedo e hoje estou colhendo bons frutos. Não é fácil, não temos manual, mas se soubermos sermos firmes quando preciso, carinhosas e amorosas não teremos muito do que reclamar.
Você está no caminho certo.
Beijos

Tera Calazans disse...

Oi Leska,ser mãe é um privilégio, não é fácil educar,mas o senhor capacita,pois tudo que pedires ao Pai Ele dará.Então é so pedir sabedoria!
Muito obrigada pela visita.Bjo nas meninas.

Déborah Belmiro disse...

Oi Leska!!
Obrigada pela visita e pelo recadinho!!

Pois é! Assim que suas revistas chegarem, mostra pra gente!!!

Boa dica de buquê de feltro... ainda não tinha visto o de coração, só o de Santo Antônio!!

Beijokas... até mais!
cantinhodadeborah.blogspot.com